Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/12/18 às 17h18 - Atualizado em 21/12/18 às 17h23

Atlas Ecológico-Econômico do DF é lançado em reunião do Conplan

Vanessa Cortines, da equipe ZEE-DF

 

Brasília (21/12/2018) – A primeira versão do Atlas Ecológico-Econômico do Distrito Federal foi apresentada e oficialmente lançada na manhã de ontem, durante a 66ª Reunião Ordinária do Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan), realizada na Secretaria de Gestão do Território e Habitação (Segeth).

 

Produzido pela equipe técnica da Subsecretaria de Planejamento Ambiental e Monitoramento (Suplam), da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), o referido Atlas será disponibilizado em meio digital para acesso público e gratuito via internet na primeira semana de 2019, com uma série de dados e mapas relativos às questões ambientais, sociais e econômicas do DF.

 

“É um material que objetiva apresentar, através de uma linguagem mais interativa e didática, o DF em suas especificidades, ofertando informações sobre sua gente, sua história e seus desafios, para além dos dados de meio ambiente”, explicou Maria Sílvia Rossi, Subsecretária de Planejamento Ambiental e Monitoramento da Sema.

 

“Ele é fruto do trabalho de oito anos de elaboração do Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal (ZEE-DF), cujo projeto de lei foi recentemente aprovado pela Câmara Legislativa. É uma maneira de popularizar uma série de dados riquíssimos publicados nos documentos técnicos do ZEE, e também de apresentá-los cartograficamente por meio de mapas georreferenciados”, completou.

 

Felipe Ferreira, Secretário do Meio Ambiente, aproveitou a oportunidade para destacar o fato de o Atlas ter sido construído em uma ferramenta interativa e inovadora desenvolvida por empresa especialista em informações geográficas, o Esri Story Maps ArcGIS. Para o próximo ano, há a previsão de se produzir versões impressas, em atendimento à Lei Distrital 3.944/2007.

 

Objetivos do Atlas Ecológico-Econômico do DF

– disponibilizar dados ecológicos e socioeconômicos que possam subsidiar a formulação de políticas públicas

– divulgar informações básicas do território, visando fomentar o conhecimento e o pertencimento da população

– auxiliar ações de educação ambiental

– incentivar estudos e pesquisas sobre o território e a população

– entre outros

 

ZEE-DF

No papel de presidente do Conplan, o Governador Rodrigo Rollemberg esteve no encontro e aproveitou a oportunidade para falar da importância do ZEE-DF, considerando-o um dos grandes legados deste Governo. “Certamente um dos pontos mais altos desta gestão foi a aprovação do Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal, que define claramente as vocações de cada região da nossa cidade, e que vai simplificar enormemente os processos de licenciamento ambiental”, afirmou.

 

“E quero aqui fazer um reconhecimento e agradecimento ao excelente trabalho dos vários servidores públicos ao longo de muitos governos, que acabou com esse grande desfecho que foram as aprovações do ZEE e da Luos [Lei de Uso e Ocupação do Solo]”, continuou, sugerindo ainda uma menção honrosa à Maria Sílvia Rossi pela coordenação do trabalho de elaboração do ZEE-DF.

 

Para ter acesso à íntegra do aúdio da 66ª Reunião Extraordinária do Conplan, clique aqui.

 

Foto: Luiz Filipe Carneiro Machado (Ascom Sema)

Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal - Governo de Brasília

ZEE-DF