Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/11/15 às 19h31 - Atualizado em 29/10/18 às 15h56

ZEE-DF é apresentado a membros do Conam

Na ocasião, os conselheiros tiveram acesso aos estudos técnicos do zoneamento

 

Vanessa Cortines, da equipe ZEE-DF

 

Brasília (24/11/2015) – O Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal (ZEE-DF) foi apresentado, na manhã de hoje, aos membros do Conselho de Meio Ambiente do Distrito Federal (Conam-DF). Durante reunião ordinária ocorrida na Secretaria de Meio Ambiente (Sema), os conselheiros puderam conhecer estudos de caso e demais análises técnicas que vêm subsidiando a elaboração do instrumento.

 

Maria Sílvia Rossi, da Coordenação Técnica do ZEE-DF, destacou a prioridade que o Governo de Brasília tem dado ao tema e falou dos avanços dos trabalhos em 2015. Foram mostrados os mapas de riscos ambientais que serviram de base para a matriz ecológica do ZEE-DF e, na sequência, algumas das análises que compõem a matriz socioeconômica. Ao final da apresentação, os conselheiros também tiveram acesso à proposta preliminar do pré-zoneamento, composta por duas grandes áreas: Zona de Diversificação e Dinamização Produtiva e Zona de Prestação de Serviços Ecossistêmicos.

 

“É importante que o zoneamento seja comunicado – e compreendido – com bastante facilidade, ainda que apresente forte arcabouço técnico. Daí a proposta de duas zonas apenas, que servirão de base para a definição de diretrizes e delimitação de subzonas”, explicou Maria Sílvia Rossi. “E no contexto da sustentabilidade como eixo central desse marco legal que alia o ecológico e o socioeconômico, três dinâmicas vêm sendo consideradas: o bem-estar natural, o bem-estar humano e os custos para o Estado”, completou.

 

Após a apresentação do ZEE-DF, os membros do Conam-DF puderam tirar dúvidas, dar contribuições e tecer comentários diversos. Leia algumas das considerações feitas pelos conselheiros:

 

“É muito bom saber que o ZEE-DF está sendo construído com tanta seriedade e informação técnica, considerando e dando apoio ao licenciamento ambiental.” Luciano Alencar, Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF)

 

“É gratificante ver a qualidade dos estudos técnicos e verificar o quanto o ZEE-DF evoluiu. Nós, da Fibra, estamos acompanhando o esforço de elaboração do ZEE-DF há anos. Parabéns à equipe pelo trabalho, que contempla a visão dos vários setores.” Ana Paula Pessoa, da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra)

 

“Eu, particularmente, acompanho os trabalhos do ZEE-DF há três anos e vejo o enorme esforço da equipe técnica em convergir todas as áreas e temáticas envolvidas. O ZEE-DF será um ganho para vários setores do governo e da sociedade.” Raquel Brostel, da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb)

 

“O ZEE-DF tem a premissa de ajudar várias frentes de trabalho de responsabilidade do Estado, inclusive o licenciamento ambiental. Esperamos que ele vá além e auxilie no processo de reversão de alguns problemas e entraves enfrentados pelos órgãos de meio ambiente do Distrito Federal.” Roger Souza, do Instituto Brasília Ambiental (Ibram)

 

“Gostei muito do trabalho, e achei bastante interessante ver análises relativas à educação, emprego e renda nos documentos técnicos. É importante aliar esse tipo de estudo com as análises ambientais. O ZEE-DF é um processo e precisa de embasamento e dados.” Mônica Veríssimos, do Fórum das ONGs Ambientalistas do DF e Entorno

 

“O ZEE-DF é um instrumento importante para a política ambiental do DF e para uma política de desenvolvimento com sustentabilidade e menos impacto no território. Antes mesmo do ZEE-DF ficar pronto, seus estudos e análises têm orientado decisões de governo, seu processo de formulação já tem subsidiado importantes debates. A previsão é concluir a fase técnica neste ano e, em 2016, dar início às participações populares – incluindo reuniões mais robustas nos conselhos distritais – e ao trâmite do projeto de lei na Câmara Legislativa. Esperamos contar com o apoio do Conam-DF para o sucesso do ZEE-DF.” André Lima, Secretário de Meio Ambiente (Sema) e Presidente do Conselho de Meio Ambiente do Distrito Federal (Conam-DF).

Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

ZEE-DF