Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/06/17 às 21h01 - Atualizado em 29/10/18 às 15h52

SEDES indica servidores para a Coordenação Técnica do ZEE-DF

Vanessa Cortines, da equipe ZEE-DF

 

Brasília (22/06/2017) – Dois servidores do Governo de Brasília passaram a compor a Coordenação Geral Técnica do Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal (ZEE-DF). Neste mês, os gestores públicos Rogério Galvão e Rodrigo Resende foram indicados como representantes da Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável (SEDES) na equipe formada por esta e outras três Secretarias de Estado: Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri), Gestão do Território e Habitação (Segeth) e Meio Ambiente (Sema).

 

Rogério Galvão é economista e atualmente ocupa o posto de Coordenador de Atração de Investimento da SEDES. Rodrigo Resende, formado em Administração, atua como Coordenador de Planejamento Administrativo, Financeiro e Contábil da mesma Secretaria. Na tarde de ontem (21), ambos participaram de uma reunião da Coordenação Geral Técnica do ZEE-DF ocorrida na Sema e deram início à fase de alinhamento junto à equipe que há alguns anos vem trabalhando o tema no Governo de Brasília.

 

“É com muita satisfação que recebemos os novos colegas da Secretaria de Economia e Desenvolvimento Sustentável no grupo de trabalho técnico. Como o próprio nome diz, o ZEE se baseia em dois pilares: o ecológico e o econômico. Portanto, também cabe a SEDES o protagonismo no processo de elaboração do Zoneamento”, destacou Maria Sílvia Rossi, representante da Sema.

 

Durante o encontro, os servidores da SEDES puderam conhecer a construção metodológica da proposta de zoneamento apresentada na audiência pública de março deste ano, bem como esclarecer algumas dúvidas em relação ao instrumento de gestão e planejamento do território.

 

Segundo Rogério Galvão, as análises e estudos feitos no âmbito do ZEE-DF vão de encontro às metas definidas pela atual gestão da SEDES. Entre elas, retomar e fomentar o desenvolvimento econômico e sustentável do Distrito Federal por meio de políticas públicas que auxiliem o crescimento empresarial, visando à geração empregos formais e renda para a população do DF e Entorno.

 

“Nós, da SEDES, já começamos a mapear atividades e programas de outras Secretarias que possam nos auxiliar na melhoria e criação de políticas públicas de desenvolvimento econômico, e com certeza o conteúdo produzido no ZEE-DF poderá nos ajudar bastante nesse trabalho”, ressaltou.

 

Na próxima semana, os novos membros da Coordenação Geral Técnica participarão de uma reunião com dirigentes do Governo de Brasília que vêm debatendo e compatibilizando a proposta de zonas e subzonas do ZEE-DF às contribuições recebidas durante o período de consulta pública do Zoneamento.

Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

ZEE-DF