Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/04/16 às 20h53 - Atualizado em 29/10/18 às 15h55

ZEE-DF é apresentado no projeto Diálogos por Brasília

Vanessa Cortines, da equipe ZEE-DF

 

Brasília (29/04/2016) – A Secretaria de Gestão Territorial e Habitação (Segeth) promoveu, nesta quinta-feira (dia 28), mais uma edição do projeto Diálogos por Brasília, que tem por objetivo debater questões urbanas com arquitetos, urbanistas, profissionais de governo e sociedade civil. Neste encontro, cujo tema foi a capacidade de suporte ecológico para a gestão territorial, Maria Sílvia Rossi, da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), falou sobre o Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal (ZEE-DF).

 

Além de explicar o instrumento e apresentar alguns estudos técnicos, Maria Sílvia Rossi aproveitou a oportunidade para levantar questões e promover reflexões sobre serviços ecossistêmicos, riscos ambientais, resiliência e funcionalidade ecológica – dentre outros tópicos.

 

“O ZEE não se resume à dicotomia rural e urbano, nem mesmo ecológico e econômico. O ZEE vai além, trata de meio ambiente como provedor de serviços fundamentais ao bem-estar humano, trata de qualidade de vida”, pontuou. “É preciso mudar alguns paradigmas, principalmente os da área ambiental. Deixar de lado o famoso conceito do ‘não pode’ e passar a enxergar o território sob a ótica dos riscos ambientais, avaliando o que pode ser feito, avaliando quais são os usos mais indicados e como deve ser a ocupação das áreas. Quais serviços ecossistêmicos podemos perder se não houver a devida gestão do território? Quais as implicações e os custos para o Estado e para a população? É fundamental pensar em tudo isso”, completou.

 

Durante a palestra, também foram levantados questionamentos relacionados à morfologia urbana e à requalificação das cidades, dados os problemas de drenagem e saneamento enfrentados pelo DF. Para Maria Sílvia Rossi, é fundamental buscar soluções mais sustentáveis, que também considerem o desenho urbano das localidades na realização de determinadas obras. “Há soluções que não dependem tanto da área ambiental ou do setor de infraestrutura, mas sim das entidades que trabalham com o urbanismo”, ressaltou.

Zoneamento Ecológico-Econômico do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

ZEE-DF